Síndrome do Desfiladeiro Torácico. » Ergosports – Embraergo

Síndrome do Desfiladeiro Torácico.

Síndrome do Desfiladeiro Torácico.
A síndrome do desfiladeiro torácico engloba diversas doenças. Ocorre pela compressão de estruturas nervosas ou vasculares na região do desfiladeiro torácico. Dentre as estruturas mais comumente comprimidas e responsáveis pelos sintomas desta síndrome estão o plexo braquial e a artéria e a veia subclávia.
Os sintomas são freqüentemente bilaterais mas com predomínio no membro superior dominante. A queixa mais comum dos doentes é a de dor cervical ou dor no ombro com irradiação para o membro superior. Ocasionalmente há antecedente de alguma história traumática, de esforço repetitivo ou mantido no membro superior.
Queixas de fraqueza e fadiga das mãos são comuns e mais associadas a atividades repetitivas ou sustentadas com o membro superior acima da cabeça..
Na forma neurogênica, o tratamento conservador deve ser primeiramente indicado, principalmente se não houver achados objetivos ao exame físico associados à queixa clínica.
O tratamento conservador é feito com a recomendação para que o doente evite as atividades que provocam ou exacerbam os sintomas. Para tanto, pode ser necessário a mudança do ambiente de trabalho ou função. Deve-se tratar a síndrome dolorosa miofascial que geralmente está associada. Orienta-se exercícios para a correção da postura, para ganho de amplitude de movimento cervical e dos ombros e exercícios de alongamento e fortalecimento.